terça-feira, 20 de setembro de 2011

Interprete de Libras em Concurso





A Defensoria Pública de São Paulo, por meio de seu Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da Pessoa com Deficiência, obteve no Instituto Nacionalde Educação Cetro (Inec) importante avanço:em todos os concursos realizados por essa instituição haverá intérprete de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) disponível para candidatos surdos que tiverem interesseem realizar a prova.O compromisso foi assumido após a Defensoria Pública ter enviado um ofíciocom a recomendação, baseada em parecerjurídico: “Para que se efetive o direito à isonomia, do mesmo jeito que se prevê deforma expressa a possibilidade de realização de provas em braile, ou até mesmo dapossibilidade de haver um ledor para pessoascegas, há a necessidade de se prever,também de forma expressa, a possibilidade de realização da prova em outras formas de expressão da Língua Portuguesa,como é o caso da Libras”, afirmou nodocumento.A legislação reconhece a Libras como uma das formas de expressão da LínguaPortuguesa, e há a necessidade de possibilitar o acesso isonômico ao conteúdosolicitado em provas de concursos públicos,observando-se as desigualdades naturalmente existentes entre candidatos comdeficiência. Recomenda-se também que a interpretação de provas seja feita por vídeo,transmitido a cada candidato surdo porcomputador – modelo previsto para utilização pela própria Defensoria.Após o ofício, o Inec, por meio de seuadvogado, acolheu as recomendações e passou a adotar, desde julho, a possibilidade dehaver provas em Libras.Da Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, sua idéia e se desejar seu contato.